Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbaval202312013
Revista Brasileira de Avaliação
Artigo de opinião

Políticas de inserção produtiva a partir de uma perspectiva antirracista

Poema Eurístenes Portela, Pedro Paulo dos Santos da Silva, Bruno dos Santos Sousa, Thiago Alves do Nascimento

Downloads: 0
Views: 336

Resumo

A transversalidade e a persistência do racismo nas instituições públicas e privadas brasileiras, torna fundamental a promoção de políticas de inclusão produtiva com viés racializado, no seu desenho e na sua avaliação. A partir desta perspectiva, apontamos como as conexões entre o racismo estrutural e as desigualdades no campo do trabalho são um ponto de atuação do LabJaca, organização que se propõe a criar estratégias de transformação social sob uma lente anticolonial. Propomos, assim, uma metodologia avaliativa baseada na geração cidadã de dados, em que há descentralização dos processos epistemológicos e analíticos, e são priorizadas as demandas de populações periféricas e historicamente invisibilizadas nos espaços decisórios. Por fim, destacamos como a avaliação tem um papel central no ajuste entre as necessidades cotidianas de pessoas que vivenciam processos de exclusão social e as políticas voltadas para inclusão produtiva dentro de um cenário tão abissal de disparidades.

Palavras-chave

Democracia e participação social. Desigualdades raciais. Racismo. Inclusão produtiva.

Referências

Bento, Cida. (2022a). O pacto da branquitude. São Paulo: Companhia das Letras.

Bento, Cida. (2022b, 18 de março). ‘O pacto da branquitude’: uma hierarquia da cor. São Paulo: Nexo Jornal. Recuperado em 23 de abril de 2023, de https://www.nexojornal.com.br/estante/ trechos/2022/03/18/%E2%80%98O-pacto-da-branquitude%E2%80%99-uma-hierarquia-da-cor

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF. Recuperado em 20 abril de 2023, de https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm.

Du Bois, William Edward Burghardt. (2021). As almas do povo negro. São Paulo: Veneda.

Harvey, David. (2008). O neoliberalismo: História e implicações. São Paulo: Loyola.

Impulso Beta. (2022, 16 de maio). Racismo e o mercado de trabalho. Recuperado em 20 de abril de 2023, de https://www.impulsobeta.com.br/l/racismo-e-o-mercado-de-trabalho

Nascimento, Debora, & Robin, Mariana. (2020, 23 de julho). A fome tem classe e cor: reflexões sobre o dia da saúde e nutrição. Rio de Janeiro: LabJaca. Recuperado em 20 de abril de 2023, de https://www.labjaca. com/posts/fome-tem-classe-e-cor

Silva, Pedro Paulo. (2021, 6 de maio). Chacina na favela do Jacarezinho deixa ao menos 23 mortos e medo para os próximos dias. Rio de Janeiro: LabJaca. Recuperado em 20 de abril de 2023, de https://www.labjaca. com/posts/chacina-na-favela-do-jacarezinho-deixa-ao-menos-23-mortos-e-medo-para-os-proximos-dias

Silva, Tatiana Dias & Silva, Sandro Pereira. (2020). Trabalho, população negra e pandemia: notas sobre os primeiros resultados da Pnad covid-19. Brasília, DF: IPEA. Recuperado em 20 de abril de 2023, de https://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/10520/1/BAPI_26_TrabPopNegra.pdf

UOL Economia. (2023, 17 de março). IBGE: Brasil tem 11.403 favelas, onde vivem cerca de 16 milhões de pessoas. Recuperado em 20 de abril de 2023, de https://economia.uol.com.br/noticias/estadaoconteudo/2023/03/17/ibge-brasil-tem-11403-favelas-onde-vivem-cerca-de-16-milhoes-de-pessoas.htm


Submetido em:
11/05/2023

Aceito em:
17/05/2023

64a43513a953951469045ec3 rbaval Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections