Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbaval202211012
Revista Brasileira de Avaliação
Relato de experiência

Programa Criança Feliz: Estudo de caso sobre sua institucionalização

Júlio César Borges

Downloads: 0
Views: 233

Resumo

O presente artigo pretende fazer o relato da experiência de avaliação do Programa Criança Feliz (PCF), realizada no início da sua institucionalização. O objetivo principal do PCF é promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância (idade de zero a seis anos), considerando sua família e seu contexto de vida. Essa avaliação teve metodologia qualitativa com objetivo de produzir evidências acerca de suas potencialidades e fragilidades, resultados até então alcançados, relação com o território de abrangência dos municípios, rotinas das equipes técnicas, atuação com diferentes públicos e sugestões para aprimoramento. Como estudo de caso sobre o processo de institucionalização do PCF, a primeira seção traz marcos legais da primeira infância para, em seguida, justificar a opção pela abordagem qualitativa no desenho da pesquisa. Após a descrição do trabalho de campo e da coleta de dados, são apresentados os resultados obtidos e as recomendações feitas aos gestores do programa.

Palavras-chave

Primeira Infância. Avaliação de Políticas Públicas. Estudo de caso.

Referências

Brasil. (s./d.). Programa Criança Feliz: Cuidados para o Desenvolvimento da Criança (CDC). Notas do Multiplicador. Brasília: MDS.

Brasil. (2017). Programa Criança Feliz: guia para visita domiciliar. Brasília: MDS.

Brasil. (2019). Avaliação de implementação do Programa Criança Feliz. Brasília: SAGI/Ministério da Cidadania

Brasil. Ministério da Cidadania. (2022a). Ações e Programas. Recuperado em 13 de março de 2022, de https://www.gov.br/cidadania/pt-br/acoes-e-programas/crianca-feliz

Brasil. Ministério da Cidadania. Secretaria Especial do Desenvolvimento Social. (2022b). Recuperado em 13 de março de 2022, de http://mds.gov.br/assuntos/bolsa-familia.

Brasil. Ministério da Cidadania. (2022c). Benefício de Prestação Continuada (BPC). Recuperado em 13 de março de 2022, de https://www.gov.br/cidadania/pt-br/acoes-e-programas/assistencia-social/beneficiosassistenciais/beneficio-assistencial-ao-idoso-e-a-pessoa-com-deficiencia-bpc

Günther, Hartmut. (2006). Pesquisa qualitativa versus pesquisa quantitativa: Esta é a questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa (Brasília), 22(2), 201-210. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722006000200010

Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas – IPEA. (2010). Métodos Qualitativos de Avaliação e suas Contribuições para o Aprimoramento de Políticas Públicas. In Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas – IPEA. Brasil em Desenvolvimento: Estado, planejamento e políticas públicas. Brasília: IPEA.

Jannuzzi, Paulo de Martino. (2013). Sistema de Monitoramento e Avaliação de Programas Sociais: Revisitando mitos e recolocando premissas para sua maior efetividade na gestão. Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação, 5, 4-27.

Jannuzzi, Paulo de Martino. (2016). Monitoramento e avaliação de programas sociais: uma introdução aos conceitos e técnicas. Campinas, SP: Editora Alínea.

Mendonça, Maria Helena Magalhães. (2002). O desafio da política de atendimento à infância e à adolescência na construção de políticas públicas equitativas. Cadernos de Saude Publica, 18(Supl.), 113- 120. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2002000700012

Secchi, Leonardo, Coelho, Fernando de Souza, & Pires, Valmedir. (2019) Políticas públicas: Conceitos, casos práticos, questões de concursos. São Paulo: Cengage.

Weber, Max. (2000). Conceitos sociológicos fundamentais. In Max Weber. Economia e sociedade (Vol. 1). Brasília: Editora da UnB.

Yin, Robert K. (2015). Estudo de caso: Planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.


Submetido em:
13/03/2022

Aceito em:
07/06/2022

62d944c6a953950c47360c93 rbaval Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections