Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbaval202211009
Revista Brasileira de Avaliação
Entrevista

“Avaliação de Impacto e de Processo do Programa Criança Feliz – Desafios e aprendizados com a implementação do estudo”. Uma entrevista com Cesar Victora, Professor Emérito de Epidemiologia na Universidade Federal de Pelotas"

Eduardo Marino

Downloads: 5
Views: 680

Resumo

O Programa Criança Feliz (Brasil, 2017) foi instituído pelo Decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, como o objetivo de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, por meio de visitas domiciliares, considerando sua família e seu contexto de vida pelo então Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário, atual Ministério da Cidadania. O Programa busca articular ações das políticas de assistência social, saúde, educação, cultura e direitos humanos, tendo como fundamento a Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016 – conhecida como Marco Legal da Primeira Infância. O Programa foi instituído com a meta de atender 3 milhões de crianças de 0 a 36 meses beneficiárias do Programa Bolsa Família, além de 640 mil gestantes, com visitas previstas para o terço final da gravidez. Entendeu-se à época da sua estruturação que seria importante uma avaliação que acompanhasse uma amostra significativa de crianças e suas mães ou cuidadores desde o início do Programa, para mensurar o seu impacto. Para empreender o estudo avaliativo, foi convidado pesquisador Cesar Victora, epidemiologista, da Universidade Federal de Pelotas, que constituiu uma equipe de trabalho com representantes de seis outras Universidades Federais, além de um Comitê Técnico a apoiar no desenho da avaliação e acompanhar a implementação do estudo. A equipe optou por avaliar o impacto e a implementação do Programa com o uso das metodologias mais adequadas para cumprir essas duas finalidades. A avaliação teve início em 2018 e foi finalizada no início de 2022. Nesta entrevista com César Victora são explorados os desafios, os fatores facilitadores e as limitações de um estudo avaliativo dessa magnitude.

Palavras-chave

Avaliação de impacto. Avaliação de implementação. Parentalidade e desenvolvimento infantil.

Referências

Ages & Stages Questionnaires – ASQ. (2022). How ASQ Works. Paul H. Brookes Publishing Co., Inc. Recuperado em 30 de março de 2022, de https://agesandstages.com/about-asq/how-asq-works/

Brasil. Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MSDA. (2017). Programa Criança Feliz. A Intersetorialidade na visita domiciliar. Brasília: MDSA. Recuperado em 30 de março de 2022, de https:// www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/crianca_feliz/A_intersetorialidade_na_visita_domiciliar_2.pdf

Sanders, Matthew R., Morawska, Alina, Haslam, Divna M., Filus, Ania, & Fletcher, Renee. (2014). Parenting and Family Adjustment Scales (PAFAS): Validation of a brief parent-report measure for use in assessment of parenting skills and family relationships. Child Psychiatry and Human Development, 45(3), 255-272. http://dx.doi.org/10.1007/s10578-013-0397-3. PMID:23955254.

Schweinhart, Lawrence J. (2022). The High/Scope Perry Preschool Study Through Age 40: Summary, Conclusions, and Frequently Asked Questions. HighScope. Recuperado em 30 de março de 2022, de https://image. highscope.org/wp-content/uploads/2018/11/16053615/perry-preschool-summary-40.pdf

ScienceDirect. (2022). Bayley Scales of Infant Development. Recuperado em 30 de março de 2022, de https://www.sciencedirect.com/topics/medicine-and-dentistry/bayley-scales-of-infant-development

Tufts Children’s Hospital. (2022). The Survey of Well-being of Young Children. Recuperado em 30 de março de 2022, de https://www.tuftschildrenshospital.org/the-survey-of-wellbeing-of-young-children/overview


Submetido em:
20/04/2022

Aceito em:
20/04/2022

62d85721a953953c806384c3 rbaval Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections