Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbma201509007
Revista Brasileira de Avaliação
Artigo Original

Avaliação de impacto do Programa Inverno Gaúcho no estado do Rio Grande do Sul

Marília Patta Ramos, Graça Godinho

Downloads: 0
Views: 23

Resumo

Este trabalho é uma experiência de avaliação de impacto do Programa Inverno Gaúcho (Proig), da área da saúde, no estado do Rio Grande do Sul. Os principais objetivos foram verificar o efeito do programa no número de internações por infecção respiratória aguda (IRA) entre adultos com 60 anos ou mais (idosos), em diferentes regiões do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2005 e 2010. A partir da organização dos dados, foram observadas algumas dimensões, como a inviabilidade da comparação entre alguns municípios, visto que suas características são incompatíveis, apontando a necessidade de um pareamento antes das análises. Realizou-se o pareamento dos municípios por meio da técnica de propensity score matching, a fim de equalizar as diferenças entre amostras. Observou- -se diferença estatisticamente significativa somente no ano de 2007, no sentido de que os municípios que aderiram ao Proig apresentaram taxa menor que aqueles que não aderiram.

Palavras-chave

Políticas públicas; Avaliação de impacto; Programa Inverno Gaúcho.

Referências

ALMEIDA, M. R.; REBELATO, D. A. N. O inventário dos modelos de avaliação para políticas públicas. 2003. Disponível em: <http://sartori.orgfree.com/docs/modelo_de_politica_pub___Mariana_Almeida.pdf>. Acesso em: 20 jul. 2013.

ANGRIST, J.; KRUEGER, A. Empirical strategies in labor economics. In.: ASHENFELTER, O.; CARD, D. (Eds.). The handbook of labor economics, v. 3A, Chapter 23. Amsterdam: North-Holland, 1999. (Handbooks in Economics, n. 5).

BERMAN, Paul. El estudio de la macro y micro-implementación. In: VILLANUEVA, Luis F. Aguilar. La implementación de las políticas. México: Miguel Ángel Porrúa, 2007. p. 281-317.

CANO, Ignácio. Introdução à avaliação de programas sociais. 3. ed. Rio de janeiro: Editora FGV; 2006.

CARVALHO, Sonia Nahas de. Avaliação de programas sociais: balanço das experiências e contribuição para o debate. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 17, n. 3-4, p. 185-197, jul./dez. 2003.

COSTA, Frederico Lustosa da; CASTANHAR, José Cezar. Avaliação de programas públicos: desafios conceituais e metodológicos. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 37, n. 5, p. 962-969, set./out. 2003.

FARIA, Carlos Aurélio Pimenta de. A política da avaliação de políticas públicas. Rev. bras. Ci. Soc., v. 20, n. 59, p. 97-110, out. 2005.

FERREIRA, Marcos ArtêmioFischborn. Políticas Públicas. Material didático disponibilizado na disciplina Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional do Programa de Pó-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul. 2007. Arquivo formato Power-point.

GARCIA, Ronaldo Coutinho. Subsídios para organizar avaliações da ação governamental. Planejamento e Políticas Públicas, Brasília, n. 23, p. 7-70, jan./jun. 2001.

HÖFLING, ELOISA DE MATTOS. Estado e Políticas (Públicas) Sociais. Cadernos Cedes, v. 21, n. 55, novembro/2001.

REIS, Elisa P. Reflexões leigas para a formulação de uma agenda de pesquisa em políticas públicas. RBCS, v. 18, n. 51, p. 11-14, fev. 2003.

RAMOS, Marília Patta. Avaliação de Políticas e Programas Sociais: aspectos conceituais e metodológicos. IPEA, 2009. (Planejamento e Políticas Públicas, n. 32).

SOUZA, Celina. Políticas públicas: uma revisão da literatura. Revista Sociologias, Porto Alegre, n. 16, p. 20-45, jul/dez 2006.

STOTZ, Eduardo Navarro; ARAUJO, José Wellington Gomes. Promoção da saúde e cultura política: a reconstrução do consenso. Saude soc., v.13, n. 2, p. 5-19, 2004. ISSN 0104- 1290.

VIANA, Ana Luiza. Abordagens metodológicas em políticas públicas. Revista de Administração Pública (RAP), Rio de Janeiro, v. 30, n.2, p. 5-43, mar./abr. 1996.

WILDAVSKY, A. Speaking truth to power: the art and craft of policy analysis. Boston, 1979.

WONG, L. R. e CARVALHO, J. A. The rapid process of aging in Brazil: serious challenges for Public policies. Brazilian Population Studies Journal, v. 23, n. 1, 2006.

5f490c490e8825025b73f44b rbaval Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections