Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbma201408003
Revista Brasileira de Avaliação
Artigo Original

Indicador de Pobreza Multidimensional como síntese dos efeitos da abordagem multissetorial do Plano Brasil Sem Miséria

Alexander Cambraia N. Vaz, Paulo de Martino Jannuzzi

Downloads: 0
Views: 24

Resumo

Pobreza é um fenômeno multidimensional e multifacetado. Multidimensional pela natureza complexa de sua caracterização e dimensionamento; multifacetada pela diversidade de públicos e formas como ela se manifesta. A fome, a desnutrição, a inserção precária do mercado de trabalho, a baixa renda, a moradia inadequada, a dificuldade de acesso a postos de saúde ou escolas, a inexistência de serviços de infraestrutura urbana, o preconceito de raça e gênero revelam dimensões específicas de vulnerabilidade e pobreza que podem acometer contingentes maiores ou menores da população. Com tal natureza multidimensional e multifacetada, a pobreza requer estratégias multissetoriais de atuação, inspiradas em modelos multidisciplinares de intervenção para sua mitigação e efetiva superação. Esse tem sido um pressuposto básico na formulação de ações e programas das Políticas de Desenvolvimento Social e Combate à Fome ao longo dos últimos doze anos, e princípio organizativo marcante do Plano Brasil Sem Miséria (BSM) desde 2011. Essa abordagem complexa de intervenção requer um conjunto amplo de pesquisas e indicadores para monitoramento dos avanços e dificuldades de suas ações e programas e também dos seus resultados e impactos. Traz-se nesse artigo a proposta de uma medida síntese dos efeitos do Plano sobre a população brasileira, a partir da proposta de experiências internacionais de indicadores de pobreza multidimensional.

Palavras-chave

pobreza multidimensional; políticas sociais; intersetorialidade; Banco Mundial

Referências

ALKIRE, S.; FOSTER,J. Counting and multidimensional poverty measurement. Journal of Public Economics, v. 95, n. 7, p. 476- 487, 2011.

CONEVAL. Informe de Pobreza Multidimensional em Mexico, 2008. Disponível em: <http:// www.coneval.gob.mx/rw/resource/coneval/info_public/PDF_PUBLICACIONES/INFORME_POBREZA_MULTI_WEB.pdf>. Acesso em: 04 dez. 2014.

CORTÉS, Fernando. Desigualdad económica y poder. RELATÓRIO CEPAL, 2010. Disponível em: <http://www10.iadb.org/intal/intalcdi/PE/2010/07543.pdf>. Acesso em: 04 dez. 2014.

FERES, J. C.; VILLATORO; Pablo. Cadernos de Estudos Desenvolvimento Social em Debate. A viabilidade de se erradicar a pobreza: uma análise conceitual e metodológica. Brasília: SAGI, 2013.

FOSTER, J., GREER, J., THORBECKE, E.: A class of decomposable poverty measures. Econometrica, v. 52, p. 761-776, 1984.

JANNUZZI, Paulo de Martino ; MARTIGNONI, Enrico Moreira ; SOUTO, B. F. O Programa Bolsa Família e sua contribuição para redução da pobreza no Brasil. Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação, v. 4, p. 40-61, 2012.

LOPEZ-CALVA, L.; LACH, S; FRUTTERO, A. Medindo pobreza crônica no Brasil. In: BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Cadernos de Estudos Desenvolvimento Social em Debate. Brasília, n.22 (no prelo).

SEN, A. Commodities and Capabilities. Oxford: Oxford University Press, 1985.

______. A sociological approach to the measurement of poverty: a reply to Professor Peter Townsend. Oxford Economic Papers, New Series, v. 37, p. 669-676, 1985.

SOARES, S. A distribuição dos rendimentos do trabalho e a queda da desigualdade de 1995 a 2009. Mercado de Trabalho. Brasília: IPEA, número 45, pp. 35-40, 2010.

VAZ, Alexander Cambraia N. Notas críticas conceituais e metodológicas referentes ao IPS – Índice de Progresso Social. Estudo Técnico SAGI nº 18/2013. Disponível em: <www.mds.gov.br/ sagi>. Acesso em: 04 dez. 2014.

VAZ, Alexander Cambraia N. Pobreza Multidimensional . Estudo Técnico SAGI nº 08/2014. Disponível em: <www.mds.gov.br/sagi>. Acesso em: 04 dez. 2014.

5f440a500e8825e2180d2b92 1598015026 Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections