Revista Brasileira de Avaliação
https://rbaval.org.br/article/doi/10.4322/rbma201204003
Revista Brasileira de Avaliação
Artigo Original

Programa Bolsa Família e sua contribuição para redução da pobreza no Brasil

Paulo de Martino Jannuzzi, Enrico Moreira Martignoni, Baiena Feijolo Souto

Downloads: 3
Views: 323

Resumo

Este texto sistematiza evidências empíricas e bibliográficas acerca da queda da pobreza e extrema pobreza no País, assim como a diminuição do hiato de pobreza e da desigualdade de renda nas últimas décadas, mostrando o papel fundamental do Programa Bolsa Família ao longo dos anos 2000. Inicia-se com uma discussão sobre a complexidade da conceituação e medição da pobreza, trazendo diferentes estimativas do fenômeno ao final da década passada. No tópico seguinte, valendo de indicador de pobreza monetária, analisa-se a evolução das taxas de pobreza e desigualdade ao longo dos últimos 30 anos, referenciando alguns estudos que se dedicaram à temática.

Palavras-chave

Programa Bolsa Família (PBF); Medição da Pobreza e Extrema Pobreza; Desigualdade de renda

Referências

ALKIRE, S.; FOSTER, J. Counting and multidimensional poverty measurement. Journal of Public Economics v. 95, n. 7, 476-487, 2011.

ATKINSONS, A. B. Social indicators: The EU and social inclusion. Oxford University Press on Demand, 2002.

AZEVEDO, J. P. et al. Is Labor Income Responsible for Poverty Reduction? A Decomposition Approach. Policy Research Working Paper n. 6414, New York: World Bank, 2013.

CONSELHO NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL (CONSEA). A Segurança Alimentar e Nutricional e o Direito Humano à Alimentação Adequada no Brasil Realização - Indicadores e Monitoramento - da Constituição de 1988 aos dias atuais. Brasilia, 2010

JANNUZZI, P. M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, medidas e aplicações. Campinas, Alínea, 2004.

FERES, J. C.; MANCEBO, X. El método de las necesidades básicas insatisfechas (NBI) y sus aplicaciones en América Latina, Santiago: Cepal, 2001.

FERES,J. C; VILATORO, P. La viabilidad de erradicar la extrema pobreza: un examen conceptual y metodologico. Estudios Estatísticos y Prospectivos, n. 78. Santiago: Cepal, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Segurança Alimentar 2004/2009. Rio de Janeiro, 2010.

JANNUZZI, P. M.; ARRUDA, R. Sistema de Indicadores para acompanhamento da agenda de Direitos Humanos no Brasil: apontamentos metodológicos. Bahia Análise & Dados, Salvador, v. 14, n. 1, p. 243-247, jun. 2004.

JANNUZZI, P. M. Indicador de pobreza auto-declarada: discussão e resultados para RMSP em 1998. Pequisa & Debate, São Paulo, volume 12, n. 2(20), p. 41-65, 2001.

KAGEYAMA, A; HOFFMANN, R. Pobreza no Brasil: uma perspectiva multidimensional. Economia e Sociedade, Campinas, v. 15, n. 1 (26), p. 79-112, jan./jun. 2006.

MARTIGNONI, E. M. Mortalidade infantil por regiões e faixas de renda domiciliar per capita nos Censos Demográficos 2000 e 2010. Estudo Técnico SAGI, Brasília, n.5, 2012.

OSÓRIO, R. G.; SOARES, S.; SOUZA, P. H. Erradicar a pobreza extrema: um desafio ao alcance do Brasil. Brasília: IPEA (Textos para Discussão IPEA, n.1619).

SOARES, S. S. D. Metodologias para estabelecer a linha de pobreza: objetivas, subjetivas, relativas, multidimensionais. Brasília, 2009. (Texto para Discussão 1381).

SOARES, S.; SATYKO, N. O Programa Bolsa Família: desenho institucional, impactos e possibilidades futuras. Brasília: IPEA, 2009. (Texto para Discussão, n.1424).

SOUTO. B. F. Políticas de desenvolvimento social e evolução da Pobreza nos anos 2000: Evidências Empíricas e Análise em Diferentes Perspectivas. Rio de Janeiro, ENCE, 2012 (Dissertação de Mestrado).

SOUZA, P. H.; OSÓRIO, R. G.; SOARES, S. Metodologia para simular o Bolsa Família. Brasília: IPEA, 2011. (Textos para Discussão IPEA, n.1654).

TAKAGI, M. A Implementação da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil: seus limites e desafios. Campinas, 2006. (Tese de Doutorado).

5f4009fe0e8825aa3e01334c 1598015026 Articles
Links & Downloads

Revista Brasileira de Avaliação

Share this page
Page Sections